Home / Economia / Variação das tarifas bancárias pode chegar a 300%

Variação das tarifas bancárias pode chegar a 300%

Procon pesquisou os valores em em oito bancos em Goiânia

Pesquisadores do Procon Goiás verificaram os preços máximos cobrados nas tarifas de conta corrente/poupança e cartão de crédito, durante visitas realizadas em oito bancos em Goiânia desde o dia 1º de fevereiro. Os valores coletados são válidos para agências de todo o País. Foram pesquisadas 17 tarifas consideradas “serviços prioritários” em conta bancária e sete tarifas cobradas em cartão de crédito básico.

A maior variação identificada foi de 300% e corresponde à tarifa de “transferência entre contas na própria instituição”, nos terminais de auto atendimento (caixas eletrônicos). Os valores oscilaram entre R$ 1 e R$ 4.

A intenção do órgão é fornecer orientações aos consumidores sobre seus direitos e alertar sobre os cuidados a serem observados para reduzir ou eliminar custos desnecessários.

Os valores das tarifas coletados pelo Procon Goiás referem-se aos preços máximos praticados por cada banco, cobrados quando o consumidor excede a quantidade de eventos disponíveis no pacote de serviço contratado junto ao banco, ou quando extrapola a quantidade de eventos gratuitos, considerados serviços essenciais.

Considerando as elevações e reduções nos preços médios das tarifas bancárias, em comparação aos preços praticados em agosto de 2018 e aos atuais, o aumento médio foi de apenas 0,14%. No entanto, individualmente, a tarifa de “transferência entre contas na própria instituição”, realizadas nos Terminais de Auto Atendimento, registrou um aumento expressivo de 31,09%.

Em agosto de 2018, o preço médio era de R$ 1,19 e atualmente é de R$ 1,56.

O Procon Goiás lembra que os reajustes nos valores das tarifas bancárias só podem ser realizados a partir de 180 dias de sua última alteração, admitindo redução de preços a qualquer tempo.

Os novos valores devem ser divulgados aos correntistas com antecedência mínima de 30 dias. Devem estar dispostos em local e formato visível ao público, nas suas dependências, bem como nas respectivas páginas na internet.

Cartão de Crédito

É importante conhecer o valor das taxas cobradas pela administradora do cartão antes de optar por pagar alguma conta (água, energia, etc) e/ou fazer um saque utilizando cartão de crédito.

Dependendo do valor da conta, pagar os encargos de atraso previstos na própria fatura pode ser mais vantajoso do que arcar com a tarifa do cartão. Muitas vezes, dependendo do valor do saque, o custo final pode ter um grande peso no bolso do consumidor. Quanto menor o valor do saque, maior será o peso do custo final já que o valor da tarifa independe do valor do saque.

No levantamento realizado pelo Procon Goiás, a tarifa para utilizar o cartão para pagar contas pode variar entre R$ 15,00 até R$ 25,50, uma variação de até 70%. Já a tarifa para realizar saques com a função crédito do cartão varia de R$ 8 a R$ 18,80, resultando em uma diferença de 135%.

 

 

 

 

 

Portal Goiás Agora 

Deixe sua opinião

x

Veja também

Petrobras reajusta em R$ 0,10 litro do diesel nas refinarias

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou aumento de R$ 0,10 por litro de ...

%d blogueiros gostam disto: