Home / Política / “São inconsistências graves”, diz Marconi sobre delações da Odebrecht que sitam seu nome

“São inconsistências graves”, diz Marconi sobre delações da Odebrecht que sitam seu nome

O governador Marconi Perillo convocou uma entrevista coletiva, na manhã desta terça-feira (16/5), no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Na pauta, os depoimentos de ex-executivos da Odebrecht que citam o  governo do Estado e o governador.

“Eu já tinha dito nas redes sociais que eu convocaria a imprensa para esclarecer tudo sobre as citações ao meu nome, e hoje estou aqui para fazer isso. Convidei vocês para falar sobre tudo que envolve as denúncias que citam meu nome. De minha parte, não tenho nada a temer e nada a esconder”, iniciou Marconi.

Durante a coletiva, foram mostrados vídeos de ex-executivos da Odebrecht. Para o governador, há inconsistências nas citações. “São inconsistências tão graves que foram inclusive objeto de matérias na imprensa nacional, a exemplo da Folha de S. Paulo, que mostrou lacunas inexplicáveis nas delações, especialmente em relação à Goiás”, disse.
“No caso específico do Grupo Odebrecht, em 2010, eles contribuíram com nossa campanha, com um valor de R$ 300 mil, em doações legais, declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.Depois, na eleição seguinte, em 2014, procuramos a construtora novamente em busca de contribuição para a campanha. As doações do Grupo somaram R$ 2 milhões e 200 mil. Também doações legais, dentro do que permitiam a legislação à época, declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral”.

Deixe sua opinião

x

Veja também

Sem apoio: sobre medidas contra coronavírus, Caiado se reunirá com prefeitos nesta segunda-feira (18/5) às 18h

O governador Ronaldo Caiado anunciou, na tarde deste domingo (17/5), que irá se reunir com ...

%d blogueiros gostam disto: