Home / Mundo / Brasil / Cidades / Projeto de lei que beneficia fibromiálgicos está pronto para sanção do prefeito Iris Rezende
Foto. Divulgação.

Projeto de lei que beneficia fibromiálgicos está pronto para sanção do prefeito Iris Rezende

Matéria passou por duas votações em plenário;
doença tem diagnóstico difícil e não tem cura

Aprovado em duas votações no plenário da Câmara Municipal, o projeto de lei do vereador Andrey Azeredo (MDB) que prevê vagas em estacionamentos públicos e privados para portadores de fibromialgia – entre outros benefícios – já está na Casa Civil para sanção do prefeito Iris Rezende (MDB).

Ao longo da tramitação no Legislativo, este projeto angariou apoios de diversas entidades, associações e de grupos que dão suporte aos portadores da doença, inclusive de outros estados. “E diante da dimensão que o tema ganhou, tenho certeza de será rapidamente sancionado pelo prefeito. Nossa preocupação é com a qualidade de vida destas pessoas. Queremos garantir o mínimo de dignidade, conforto e tranquilidade para os fibromiálgicos”, explica o vereador.

A fibromialgia é uma doença que não tem cura e que causa dores por todo o corpo durante longos períodos, com sensibilidade nas articulações, músculos, tendões e em outros tecidos moles. Também causa fadiga, distúrbios do sono, depressão e ansiedade. As mulheres são 90% dos portadores de fibromialgia. Aparece geralmente entre 30 e 60 anos; porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes. Suas origens ainda são desconhecidas.

“Temos que falar sobre fibromialgia em busca do máximo de visibilidade possível, porque é uma doença relativamente ‘nova’, de origem desconhecida, e também pouco discutida e de difícil diagnóstico”, detalha o vereador. “Isso também nos auxilia no combate ao preconceito e à discriminação. E neste contexto, não há arma melhor do que a informação de qualidade”, diz Andrey.

Saiba mais – Fique atento (a):
— Procure um médico se você começar a sentir fortes dores no corpo, tendo a sensação de que ela pode ser sentida “nos ossos” ou “na carne” ou ao redor das articulações. Lembre-se também de fazer uma descrição completa de seus sintomas. Isso ajudará o médico a fazer o diagnóstico da fibromialgia.

— O diagnóstico da fibromialgia é feito clinicamente (por meio da história dos sintomas e do exame físico). Não existem testes laboratoriais que possam realizar o diagnóstico, mas o médico pode solicitar exames de sangue para que outras doenças, com sintomas e características parecidos, sejam descartadas entre os possíveis diagnósticos.

— O tratamento de fibromialgia é mais eficaz quando são unidos medicamentos e cuidados não medicamentosos. O foco é evitar a incapacidade física, minimizar os sintomas e melhorar a saúde de modo geral.

Fonte. Thiago Marques / Assessoria

Deixe sua opinião

x

Veja também

Prefeitura em Ação encerra o ano com quase 500 mil atendimentos

Programa que esteve em 21 regiões diferentes do município uma vez por mês desde a ...

%d blogueiros gostam disto: