Home / Mundo / Brasil / Cidades / Prefeito Gustavo participa de Seminário em Defesa do Desenvolvimento e dos Empregos
Foto: Claudivino Antunes

Prefeito Gustavo participa de Seminário em Defesa do Desenvolvimento e dos Empregos

Aparecida de Goiânia é considerada o maior Polo Industrial do Estado de Goiás e a industrialização do município foi possível graças às Políticas Públicas de Incentivos Fiscais às empresas que a Prefeitura promove com o objetivo de atrair indústrias e assim, gerar emprego e renda para a população. E para tratar sobre o assunto, o prefeito Gustavo Mendanha participou, no final da tarde desta segunda-feira, 12, da 6ª edição do Seminário em Defesa do Desenvolvimento e dos Empregos promovido pela Associação Pro-Desenvolvimento de Goiás (Adial).

“Um dos principais mecanismos utilizados no município para atração de empresas é o incentivo fiscal e isso tem funcionado ao longo dos anos, gerando vagas no mercado de trabalho. Este fato colocou Aparecida entre as cinco cidades do país que mais gera empregos. Nos últimos 20 anos os incentivos às empresas foram fundamentais para o desenvolvimento da cidade e melhoria de qualidade de vida dos moradores”, discursou o prefeito Gustavo Mendanha.

Segundo o prefeito, a administração municipal tem contribuído com os empresários de Aparecida em diversas áreas. “Há quatro dias assinei o termo de concessão de área para a fábrica do Guaraná Mineiro, além de desburocratizar os trâmites para sua instalação na cidade. Essa grande indústria vai gerar uma arrecadação para o município de R$ 52 milhões, e mais de 1,5 mil empregos diretos”, destacou o prefeito que anunciou ainda que entregará, na próxima semana, escrituras das áreas das empresas que ainda estão sem regularização.

Promovido pelas entidades do setor produtivo e dos trabalhadores, o seminário teve como objetivo levantar propostas para ajudar o Estado de Goiás a se tornar mais competitivo, ser mais atrativo para investimentos do setor privado e gerar mais empregos. O evento contou com a participação das principais lideranças empresariais, dos trabalhadores e políticas do Estado que participaram dos debates e palestras sobre o assunto.

Entre os temas debatidos estavam “O cenário Econômico de Goiás”, ministrado pelo diretor executivo da Associação Pro-Desenvolvimento de Goiás (Adial) Goiás, Edwai Portilho; “As importantes parcerias entre o setor produtivo e o meio acadêmico especialmente as universidades”, com o palestrante, reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Eduard Moreira e “Os desafios para a geração e manutenção dos empregos em Goiás”, apresentado pelo presidente da Federação dos Trabalhadores na Indústria do Estado de Goiás (FTIEG), Pedro Luiz Vicznevski.

A última palestra ficou por conta do ex-governador do Estado e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), com o tema “A industrialização de Goiás e o exemplo de nossa cidade na política de atração de novos investimentos privados”. “Atualmente o Brasil tem 13 milhões de pessoas desempregadas e precisamos de boas ideias para mudar essa situação e alavancar a economia começando pelo nosso Estado, gerando empregos e melhorando a vida das pessoas”, disse Maguito.

O movimento – O Seminário em Defesa do Desenvolvimento e dos Empregos é um movimento de mais de 30 entidades empresariais, de trabalhadores, do meio acadêmico, do setor cultural e lideranças políticas do nosso estado. Tem discutido temas como inovação e tecnologia, meio ambiente, desburocratização, infraestrutura, crédito, infraestrutura, incentivos fiscais, proteção social, mercado de trabalho e qualificação profissional, entre outros.

A ideia do movimento surgiu em maio, quando a Adial Goiás contratou pesquisas para verificar o anseio dos goianos com relação a economia do estado e a visão com relação aos incentivos fiscais. As pesquisas mostraram que mais de 90% da população goiana é favorável à adoção de políticas públicas que levam ao crescimento econômico, por meio da industrialização, incremento do comércio e do setor de serviços.

Desde setembro o movimento já realizou cinco seminários regionais, em Rio Verde, Anápolis, Goianésia, Itumbiara, Catalão e agora sediou em Aparecida de Goiânia. Os seminários reuniram, juntos, mais de 1,5 mil empresários, trabalhadores, reitores, diretores e estudantes de universidades e faculdades. O encerramento será em Goiânia, em 02 de dezembro, onde todas as entidades participantes vão apresentar uma carta de propostas ao Governo do Estado para maior competitividade e desenvolvimento econômico e social de Goiás.

Fonte: Rackel Vieira / Foto: Claudivino Antunes

Deixe sua opinião

x

Veja também

Prefeitura em Ação encerra o ano com quase 500 mil atendimentos

Programa que esteve em 21 regiões diferentes do município uma vez por mês desde a ...

%d blogueiros gostam disto: