Home / Mundo / Brasil / Cidades / Paciente infartado é salvo por equipe de saúde do Mutirão
????????????????????????????????????

Paciente infartado é salvo por equipe de saúde do Mutirão

Homem de 70 anos foi atendido por cardiologista e teve o infarto constatado assim que fez o exame de eletrocardiograma durante o evento

 

Eli Claro Rodrigues, aposentado e morador da Vila João Vaz, chegou ao local do Mutirão às 13h10 de sábado, 21. Em poucos minutos foi atendido por um cardiologista e teve o infarto agudo do miocárdio (IAM) confirmado pelo exame de eletrocardiograma, também realizado no local e que foi disponibilizado à população nos dois dias do evento.

Imediatamente a equipe da Regulação, que também estava em um dos estandes do Mutirão, solicitou uma vaga de internação para o Hospital de Urgências da região Noroeste (Hugol). Logo em seguida, o paciente foi transferido para a unidade por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e, no domingo, 22, passou por um cateterismo, uma cirurgia para desobstrução da artéria.

De acordo com Dirce Pereira Rodrigues, esposa do senhor Eli, ele vinha sentindo dores no peito desde a última semana. ‘Na segunda-feira, após andar por muito tempo ele disse estar com dor. A pressão estava muito alta’, relatou dona Dirce. No sábado ao visitar o Mutirão descobriu que serviços de saúde eram oferecidos no local e passou pelo atendimento que diagnosticou a causa do mal estar que vinha sentindo.

Eli já recebeu alta médica e está em casa. Por telefone, ele contou agradecido que o suporte ágil e alinhado da equipe da Saúde durante o Mutirão foi fundamental para sua recuperação. ‘Foi mais do que nota dez, fui atendido na hora. Eles me atenderam com humildade e salvaram a minha vida. Eu vivi novamente’, contou.

Do exame que diagnosticou o infarto até o transporte que o levou ao hospital de alta complexidade, o cidadão encontrou todos os serviços durante a mobilização da Prefeitura da Capital. Ainda nesta semana o senhor passará por consulta com cardiologista no Cais Cândida de Morais para monitorar a pressão arterial.

Infarto do Miocárdio

O infarto do miocárdio, popularmente chamado de ataque cardíaco, ocorre por falta de oxigenação adequada do músculo do coração, o que leva o órgão a sofrer necrose (morte das células musculares). Dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) de 2013 revelam que o IAM foi a principal causa de morte por doença cardíaca no Brasil, tendo sido observado um aumento de 48% entre 1996 a 2011, e com a previsão de que esta patologia se torne a principal causa isolada de morte em 2020. Seu tratamento consiste na abertura da artéria coronária obstruída.

Sirlene Mendonça, da editoria de Saúde.
Foto: Ascom/SMS

Deixe sua opinião

x

Veja também

Sem apoio: sobre medidas contra coronavírus, Caiado se reunirá com prefeitos nesta segunda-feira (18/5) às 18h

O governador Ronaldo Caiado anunciou, na tarde deste domingo (17/5), que irá se reunir com ...

%d blogueiros gostam disto: