Home / Mundo / O que se sabe sobre o furacão Dorian, que ameaça a Flórida
O furacão que se aproxima da costa americana cresceu em intensidade nesta quarta-feira

O que se sabe sobre o furacão Dorian, que ameaça a Flórida

A Flórida está se preparando para a possível chegada neste fim de semana de Dorian, apontado como um “furacão perigoso”.

Conforme projetado pelo Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) Dorian, por enquanto um furacão de categoria 1 na escala Saffir-Simpson (de um máximo de 5), deve chegar à categoria 3 quando se aproximar da península, no sul dos Estados Unidos.

Um porta-voz da NHC disse à agência de notícias Reuters que os ventos devem atingir até 210 km/ h no fim de semana – tornando-se uma tempestade de categoria quatro.

Segundo o NHC, a maior parte da República Dominicana e Porto Rico estão fora da área mais forte do sistema, enquanto os Estados Unidos e as Ilhas Virgens Britânicas devem receber os piores ventos do furacão.

Às 3h GMT de quarta-feira, o furacão estava se afastando das ilhas do Caribe rumo ao nordeste no Atlântico e tinha ventos máximos sustentados de 140 km/h, com rajadas ainda mais rápidas.

O governador da Flórida, Ron DeSantis, decretou estado de emergência por conta da chegada do furacão

“Nesta trajetória, o Dorian deve se mover pelo Atlântico e pelo centro das Bahamas na quinta e sexta-feira”, apontou o NCH.

“Espera-se que Dorian se torne um furacão poderoso nos próximos dois dias”, acrescentaram.

Flórida em emergência

O governador da Flórida, Ron DeSantis, declarou estado de emergência e orientou os moradores para se prepararem para a possível chegada do furacão no domingo ou na segunda-feira.

Muitos supermercados ficaram desabastecidos com a aproximação da passagem do furacão

“É importante que os moradores da Flórida na costa leste monitorem de perto essa tempestade. Todo residente da Flórida deve ter suprimentos para sete dias, incluindo alimentos, água e medicamentos, e deve ter um plano de reação a um desastre”, disse DeSantis em um comunicado.

O diretor da Divisão de Gerenciamento de Emergências da Flórida, Jared Moskowitz, disse por sua vez que, devido à incerteza na trajetória desta tempestade, todos os moradores da costa leste do Estado devem estar preparados.

“À medida que as atualizações são publicadas, é importante que os moradores da Flórida continuem prestando atenção aos meios de comunicação e às autoridades locais, pois a trajetória dessa tempestade mudou e pode continuar mudando rapidamente”, disse ele.

Estado de emergência em Porto Rico

Porto Rico decretou estado de emergência desde segunda-feira e as prateleiras de muitas lojas esvaziaram depois que a população foi às ruas em busca de suprimentos para tempestades.

Na terça-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, aprovou uma declaração de emergência para a ilha e autorizou que o Departamento de Segurança Interna e a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências coordenem os esforços durante a passagem do Dorian.

Dorian ganhou força ao se aproximar de Porto Rico

Antes, o presidente tinha publicado no Twitter que outra “grande tempestade” estava se dirigindo para a ilha e lembrou que o Congresso aprovou uma ajuda de US$ 92 bilhões em 2018 (cerca de R$ 382 bilhões).

Em setembro de 2017, a passagem do furacão Maria deixou 2.975 pessoas mortas na ilha, segundo o governo. Um estudo de Harvard estima que foram mais de 4.600.

Nesta quarta-feira, Trump acusou o governo de Porto Rico e disse que a ilha era “um dos lugares mais corruptos do mundo”.

“Seu sistema político está quebrado e seus políticos são incompetentes ou corruptos”, disse ele.

Nenhum estudo confiável ou organização internacional de renome indicou Porto Rico como um dos lugares “mais corruptos” do mundo.

As autoridades portorriquenhas instalaram 360 abrigos com capacidade total para 48.500 pessoas, embora no final das contas apenas tenham sido registradas chuvas fortes até agora.

Segundo as autoridades, um homem de 80 anos morreu enquanto preparava sua casa para a passagem do ciclone.

A governadora de Porto Rico, Wanda Vázquez, por sua vez, pediu tranquilidade à população e garantiu que o governo está muito mais preparado para enfrentar um fenômeno como Dorian.

As autoridades de Porto Rico implementarão protocolo para minimizar os desastres que a tempestade possa causar, anunciou a governadora Vázquez

“Peço paz de espírito e que as pessoas executem seus planos de emergência próprios, como as agências governamentais estão fazendo”, disse ela.

Por meio de redes sociais, os moradores dos EUA e das Ilhas Virgens Britânicas compartilharam imagens mostrando árvores caídas e telhados danificados.

Em Porto Rico, as autoridades cancelaram mais de 100 voos por precaução contra a força dos ventos.

Fonte. BBC NEWS


Deixe sua opinião

x

Veja também

Abu Dhabi reconhece oficialmente 17 igrejas

Em uma cerimônia realizada pelo Departamento de Desenvolvimento Comunitário em setembro, as organizações religiosas de ...

%d blogueiros gostam disto: