Home / Esporte / Novo diretor do Vila Nova diz “O atleta precisa querer estar no Vila Nova”
Foto: Douglas Monteiro

Novo diretor do Vila Nova diz “O atleta precisa querer estar no Vila Nova”

Nesta terça-feira (04) foi anunciado o novo diretor de futebol do Vila Nova, Sidiclei Menezes. O começo do trabalho como dirigente em 2005, foi no Londrina. Após três anos no clube paranaense, passou por Barueri e Arapongas até ser contratado pelo Atlético Paranaense, em 2014. Como coordenador de futebol, ficou no clube por duas temporadas, quando foi para o América Mineiro. Em 2016, conquistou o título estadual. No ano seguinte, Sidiclei retornou ao Furacão e conquistou o Campeonato Paranaense de 2018.

Além de Sidiclei, o Vila Nova já anunciou o treinador Umberto Louzer. A missão de Sidiclei será complicada, já que Felipe Albuquerque esteve três anos no colorado e o clube chegou perto do acesso. O diretor de futebol fala sobre chegar ao Vila Nova e qual a expectativa.

“Quem está no futebol tem que saber automaticamente o que realmente acontece. Eu vinha trabalhando nos últimos quatro anos na série A. Tive a oportunidade de desempenhar um grande trabalho. Eu sou um ex-atleta, joguei futebol até 2003. Depois parei e fui fazer faculdade. Trabalhei no Londrina, no Atlético-PR, América-MG e Ferroviária. Tenho um perfil de controle e gestão de pessoas. Me preocupo com o perfil de cada profissional. O passar do tempo nos dá a capacidade de poder evoluir, não só como pessoa, mas também como um avaliador de critérios. Eu tenho outros atributos que prefiro desenvolver e mostrar isso e vocês vão conhecer a partir de hoje”, afirma.

O colorado ainda não anunciou contratações. Agora efetivado, Sidiclei fala sobre a busca por reforços e qual será o critério.

“Todos querem o melhor jogador tecnicamente, fisicamente e o que valorizo muito é o mentalmente. Eu era um atleta mediano, mas vencia por ter disciplina e um profissional que trabalhava muito para conseguir o que queria. O perfil que vamos procurar depende de muitas coisas, hoje, das condições financeiras. O futebol ficou muito caro e difícil. A concorrência é gigante. O atleta precisa querer estar no Vila Nova. Segundo, precisa ser comprometido e terceiro precisa ter a parte técnica, a parte comportamental e parte mental. Isso é muito relevante para que você brigue naturalmente por ser vencedor”, finaliza.

 

 

Fonte. Sagres Online

Deixe sua opinião

x

Veja também

Vila Nova anuncia gerente de futebol e auxiliar técnico permanente

No início da tarde desta segunda-feira, 10, o Vila Nova anunciou seu novo gerente de ...

%d blogueiros gostam disto: