Home / Mundo / Brasil / Cidades / Motociclistas são as maiores vítimas fatais no trânsito em Goiânia, aponta levantamento da SMS

Motociclistas são as maiores vítimas fatais no trânsito em Goiânia, aponta levantamento da SMS

Dados foram levantados pelo Núcleo de Vigilância às Violências e Promoção da Saúde. As ocorrências fatais analisadas são de 2017 e 2018

As Secretarias Municipais de Saúde (SMS) e de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) de Goiânia, por meio do Projeto Vida no Trânsito (PVT), divulgaram o resultado do levantamento sobre acidentes fatais de trânsito ocorridos em 2017 e no 1º semestre do ano de 2018, na Capital.   

De acordo com os dados, em 2017 ocorreram 190 óbitos e no primeiro semestre de 2018 foram identificados 88 vítimas fatais de acidentes de trânsito. O grupo de motociclista apresentou  o maior número de morte com 51%, seguido dos pedestres com 21%. O perfil das vítimas com maior ocorrência são homens motociclistas, com idade de 20 a 39 anos. A maioria dos acidentes fatais foi causado pelo excesso de velocidade nas vias e direção após o uso de álcool.  

A pesquisa levantou também que dirigir  sem A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e a falta de atenção do motorista na  sinalização e paradas obrigatórias nos semáforos foram as infrações mais cometidas. Os acidentes aconteceram principalmente nos horários de pico, pela manhã e à noite.  

A partir da análise foram apresentadas ações e desafios a serem aplicadas pelos órgãos competentes, se configurando como o Plano de Ação. Entre as intervenções, a SMS reforça o monitoramento e vigilância epidemiológica dos óbitos por acidente de trânsito e qualifica as informações dos acidentes de trânsito fatais. 

A superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Flúvia Amorim, pontuou que os resultados da análise dos acidentes fatais poderão aprimorar o  planejamento das ações  de prevenção. “Sabendo onde, como, por que ocorrem e quem são as vítimas desses acidentes, poderemos traçar meios de atingir o principal objetivo do Projeto Vida no Trânsito, que é diminuir as mortes que tanto acontecem  nesse meio”, explica.  

O Projeto Vida no Trânsito é uma iniciativa do Governo Federal para o fortalecimento de políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito por meio da qualificação, planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação das ações. O trabalho é desenvolvido em conjunto com órgãos e instituições das esferas federal, estadual e municipal.

Em Goiânia, o projeto é desenvolvido desde 2012, e tem como função principal o levantamento e cruzamento de dados que vão contribuir com a redução do impacto da violência do trânsito na vida da população,  e no auxílio  da elaboração de políticas públicas.


Portal da Prefeitura de Goiânia
Foto: Divulgação (PVT)

Deixe sua opinião

x

Veja também

Saúde de Aparecida reforça a conscientização sobre as hepatites virais

O 28 de julho foi instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o Dia ...

%d blogueiros gostam disto: