Home / Mundo Gospel / LUDMILA FERBER – “Eu tenho certeza que tenho que viver, Deus falou comigo” declarou no ENTRE ELAS da Igreja Esperança. Confira a emocionante entrevista
"A igreja tem quebrado altares malignos e estabelecido decretos de Deus sobre a nação", declarou a cantora. Foto. Arquivo/Voz da Metrópole.

LUDMILA FERBER – “Eu tenho certeza que tenho que viver, Deus falou comigo” declarou no ENTRE ELAS da Igreja Esperança. Confira a emocionante entrevista


Mais de 2000 mulheres marcaram a tarde de sábado do dia 9 de março na Igreja Esperança sede. A pastora revelou sua opinião sobre o momento profético da nação e sua luta para se manter viva após receber um diagnóstico de câncer; e gravou em áudio uma oração por cura

Em comemoração ao Mês das Mulheres, o AME (Ação Mulheres Esperança) da Igreja Esperança com sede em Aparecida de Goiânia-GO, realizou um dos maiores eventos do Entre Elas’, uma tarde de louvor e testemunho com a pastora Ludmila Ferber.

“Falo profeticamente e não politicamente”

A pastora Ludmila Ferber discorreu sobre sua visão sociopolítica relacionado aos últimos acontecimentos no Brasil. “O momento já era esperando, pois foi profetizado por cristãos visionários em décadas anteriores. Ouvimos declarações de fé da boca de um presidente, está acontecendo um milagre, nunca houve isso na história do país. Não nos enganemos, isso é resultado de gerações que pagaram um preço de clamor, jejum e atos proféticos”, lembra.

Segundo a pastora, ao longo da história da nação, impunidade, corrupção e descaso reinavam livremente, “as mudanças são lentas e processuais; hoje temos a possibilidade real disso ser totalmente mudado”, completou.

Ludmila também afirmou que a participação da igreja se iniciou com atos proféticos em quebra de altares malignos, estabelecendo decretos de Deus sobre o país. Ouça no áudio abaixo:

“A voz profética vinda das mulheres não era reconhecida”

A pastora se referiu a personalidades que anunciaram em décadas anteriores o posicionamento da igreja atual. Primeiro, ela lembra que a voz profética das mulheres não era reconhecida, e cita o exemplo da apóstola Valnice Milhomens que se destacou nas décadas de 1980 e 90 em ministrações que já vislumbrava um novo tempo através de uma igreja brasileira atuante.

“Na saúde e no ministério estou vivendo um milagre”

No início do ano passado, Ludmila iniciou a luta contra um diagnóstico de câncer no pulmão, “passei duas vezes pelo vale da sombra da morte, as pessoas se assustam por eu estar bem e contrariando um diagnóstico de câncer. Uma das minhas respostas é; se esta guerra não fosse para a glória de Deus eu já tinha desistido” assevera. Ouça no áudio mais detalhes da declaração:  

“Eu tenho certeza que tenho que viver, Deus falou comigo”

A cantora revela já ter passado por alguns tipos de mortes física, emocional, financeira e familiar. Ela sente que precisa ser um arauto que anuncia a vida onde a morte está prevista. Há um reconhecimento também da parte dela de que Deus está levantando uma geração de jovens, “não para anular a anterior, mas para se unirem poderosamente”. Ouça na íntegra:

“Cuidado com a voz maligna que te manda parar”

“Na tomografia da palavra de Deus eu estou curada, assumi isso por revelação, já as circunstâncias mudam depois unicamente pela vontade e poder de Deus”, finalizou. Ouça a mensagem final no áudio:

Ludmila deixou uma oração às pessoas que estão enfrentando sintomas de doenças como o câncer e outras. A cantora declara a cura pelo poder do nome de Jesus. Creia, ouça e receba:

Fonte. Ana Paula Arantes


Deixe sua opinião

x

Veja também

Juventude Hope convida a todos para noite de celebração em Trindade, sábado 17

A interação traz o tema “JUNTOS”. O termo interpreta a visão da liderança da Igreja ...

%d blogueiros gostam disto: