Home / Mundo / Brasil / Cidades / Líderes comunitários da região central recebem homenagem do prefeito Gustavo Mendanha

Líderes comunitários da região central recebem homenagem do prefeito Gustavo Mendanha

Com o objetivo de reconhecer o trabalho de homens e mulheres que construíram a cidade de Aparecida, o prefeito Gustavo Mendanha homenageou na noite desta terça-feira, 12, cerca de 200 líderes comunitários da região central do município. O evento foi realizado no Salão Paroquial da Igreja Matriz e contou com a presença de centenas de pessoas.

Acompanhado do vice-prefeito e secretário de Governo Veter Martins e da primeira-dama e secretária de Assistência Social Mayara Mendanha, Gustavo Mendanha afirma que este é o momento é de recontar a história. “Queremos reconhecer as pessoas que ao longo do tempo ajudaram a construir Aparecida. Fico muito orgulhoso de participar desta solenidade e rever grandes homens e mulheres da sociedade aparecidense que fizeram e ainda fazem da memória da nossa cidade”, enfatizou o prefeito.

Figuras importantes como o Sr. Lindolfo Inácio Borges, 73 anos, e Sr. Delcides Alves Fortes, 83 anos, estavam entre os homenageados da noite. Lindolfo Inácio nasceu, viveu (e ainda vive), casou, teve dois filhos e sempre teve o centro da cidade como quintal de casa. Foi o primeiro motorista da Prefeitura de Aparecida, onde trabalhou por 37 anos. A maior curiosidade sobre esse breve fato da história do trabalhador é que na época que foi a contratado o órgão ainda não possuía nenhum veículo. “Fiquei trabalhando em um patrol velha até eles comprar o primeiro carro”, relembrou.

“Aparecida é uma cidade sem igual”. Quem mora e participa do cotidiano de Aparecida reconhece esta frase simbólica, que é o primeiro trecho do hino da cidade. Mas são poucos os que sabem a história e quem compôs a música. A letra é do Sr. Delcides Fortes que escreveu a canção para participar de uma gincana durante a campanha do Norberto Teixeira e Sebastião Viana.

“Em 1982, quando a gente tava começando a campanha lançaram uma gincana onde quem participasse tinha levar algo sobre a cidade de Aparecida. Um dia tive a ideia de escrever uma letra, qualquer coisa sobre o município, e tentei escrever o hino da bandeira. Deitei com aquilo na cabeça e quando perdi o sono sentei debaixo de uma árvore antiga que tinha na frente de casa, peguei uma caneta e uma cardeneta que tinha e fui escrevendo. No momento que o sol saiu, eu voltei para dentro de casa e fiz a música também”, revelou o Sr. Delcides Fortes.

No caminho para o local da gincana, Delcides apresentou a música e ensaiou com as crianças dentro do ônibus. “Chegamos lá, cantamos o hino e ganhamos em primeiro lugar. Após isso, visitei muitas escolas durante a campanha eleitoral para ensinar a música para alunos e professores. A Câmara dos Vereadores autorizou o uso da letra como hino da cidade e, em 1986, registramos o texto em cartório”, finalizou o compositor, que diz que ter mais canções escritas, mas o Hino de Aparecida é sua favorita porque além de ser a mais famosa, faz parte da história da cidade que o acolheu.

Participaram ainda da solenidade que homenageou figuras importantes da região central do município os secretários Ozair José (Desenvolvimento Econômico), Max Menezes (Desenvolvimento Urbano), Ricardo Teixeira (Articulação Política) e Tarcísio Francisco dos Santos (AparecidaPrev); o secretário executivo de Movimentos Sociais Élio Bonsucesso; o secretário executivo de Cultura Avelino Marinho Sousa; o promotor de Aparecida Érico de Pina Cabral; o superintendente de Turismo Guido Marco; o presidente da Câmara, Vilmar Mariano (PMDB) e os vereadores Rosildo (PP), Hilário Giacomet (PSB) e Araújo (PPS).

Fonte: Elzenúbia Moreira
Foto: Carlos Alexandre

Deixe sua opinião

x

Veja também

Sem apoio: sobre medidas contra coronavírus, Caiado se reunirá com prefeitos nesta segunda-feira (18/5) às 18h

O governador Ronaldo Caiado anunciou, na tarde deste domingo (17/5), que irá se reunir com ...

%d blogueiros gostam disto: