Home / Política / Kajuru “Se partiu de algum pastor ele vai me ter como inimigo o resto da vida dele” 
Foto. Reprodução/Câmara Municipal de Goiânia.

Kajuru tem acusações antigas de pratica na política a prostituição moral

Kajuru “Se partiu de algum pastor ele vai me ter como inimigo o resto da vida dele” 

Kajuru tem apresentado comportamento de uma pessoa com transtorno bipolar e toda hora inventa uma mentira que desmente suas verdades. Suas declarações torna difícil o entendimento de que lado ele se encontra.

Ele tem relação polêmica com importantes políticos e empresários de Goiás, entre eles Carlinhos Cachoeira. Kajuru não tem família, não tem patrimônio, e nesta matéria fica claro que ele não tem temor a Deus.

O escândalo de suas declarações são muitas, é difícil começar, mas, aqui está pelo menos duas.

Ele foi eleitor declarado de Dilma e afirmou ser apaixonado por Lula. Kajuru foi flagrado pela Polícia Federal em gravações telefônicas pedindo dinheiro para Carlinhos Cachoeira.

Ouça o áudio exibido no início do ano passado em sessão na Câmara Municipal de Goiânia, pela vereadora Sabrina Garcês.

Contradições

Recentemente Kajuru gravou um depoimento prestando juras de paixão por Iris Rezende. Complicado, porque Kajuru registrou um B.O no 1º DP sob o nº 1.409/99 denunciando que fora ameaçado de morte e que o irmão de Iris Rezende, Otoniel Machado havia contratado 3 pistoleiros para matá-lo e que estes eram liderados por um tal de “Pássaro Preto”, pistoleiro este que um conhecido político goiano afirmou ter visto nas imediações do extinto Café Central, na Avenida Anhanguera, Centro de Goiânia.

Figura da mulher destratada

Em uma entrevista  publicada no Jornal Diário da Manhã em Julho de 2007, quando perguntado sobre pelos menos quatro erros que cometeu na vida, Kajuru afirmou ter tido 14 mulheres, das quais 8 foram esposas. Destas, uma era mulher de um amigo seu, jogador no estado de Goiás, “Ela era linda e maravilhosa, 17 anos. Eu, gordo e feio. Tá certo que tinha dinheiro, mas estava com uns 120 quilos… Mas tinha uma boa cabeça, era bem-humorado, um bom papo.” afirmou.

Boa parte da entrevista a figura da mulher é destratada de maneira depravada. Confira no anexo a baixo:

Imagem. Bolg Cleuber Carlos Nascimento.

“Se partiu de algum pastor  ele vai me ter como inimigo o resto da vida dele” 

O projeto de lei de iniciativa da vereadora Tatiana Lemos (PC do B) que autoriza o Poder Executivo a “criar o Conselho Municipal dos Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, no município gerou polêmica na Câmara Municipal de Goiânia. Alguns vereadores alegando questões religiosas foram contrários ao projeto de lei. Rogério Cruz (PRB), Sargento Novandir (PTN), Jair Diamantino (PSDC), Kleybe Morais (PSDC) e a vereadora Leia Klébia (PSC).

Durante a discussão do assunto o vereador Jorge Kajuru usou a tribuna da Câmara Municipal e declarou guerra aos pastores evangélicos que estavam se posicionando contra o projeto e ligando para alguns vereadores para votar contra.

“Isso não tem cabimento, se partiu de algum pastor, pode ser o pastor do inferno, do capeta que ele vai me ter como inimigo o resto da vida dele” vociferou Kajuru. Confira no vídeo abaixo:

 

A fala de Kajuru demonstrou claramente intolerância e desprezo por pastores e pela família evangélica. Do mesmo jeito que o publico LGBT precisa ter respeitado seu direito e seu posicionamento, o mesmo acontece com a nação evangélica. Querer impor na marra uma vontade e desrespeitado os pastores e atitude de um parlamentar desequilibrado.

Denunciado por uso da máquina pública para fins eleitorais

Foi na última quarta-feira, 03, Kajuru foi denunciado por usar a estrutura da Câmara Municipal de Goiânia para produzir e imprimir material para sua campanha eleitoral. A denuncia foi feita pelo vereador Edson Automóveis que apresentou ao presidente da Câmara, Andrey Azeredo. Assim a mesa diretora vai instaurar para procedimento para apurar e ouvir o vereador, que não compareceu à sessão.

 

Voz da Metrópole

Deixe sua opinião

x

Veja também

STF pode suspender lei que autoriza TJ a emprestar recursos judiciais ao Estado de Goiás

Portal Mais Goiás O diretório nacional do MDB protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma Ação Direta ...

%d blogueiros gostam disto: