Home / Política / Governo preferiu gastar com propaganda em vez de resolver problemas dos goianos, afirma Daniel

Governo preferiu gastar com propaganda em vez de resolver problemas dos goianos, afirma Daniel

Candidato cita a falta d´água em Anápolis como uma das situações que poderiam ter sido resolvidas

O candidato ao governo de Goiás pela Coligação Novas Ideias, Novo Goiás (MDB, PP, PRB e PHS), Daniel Vilela (MDB), disse durante sabatinas na manhã desta terça-feira (4), que a melhoria da vida da população não tem sido uma prioridade do atual governo. Ele citou como exemplo o problema de abastecimento de água enfrentado em Anápolis. De acordo com Daniel, um investimento de cerca de R$ 100 milhões seria suficiente para garantir que não faltará mais água aos anapolinos.


“Em vez de fazer a obra que garantirá o abastecimento de Anápolis, ao custo de R$ 100 milhões, o governo do Estado gastou quase meio bilhão de reais em publicidade desde 2015. Isso mostra que o bem-estar dos goianos não é prioridade para este grupo que governa Goiás há quase 20 anos.” Dados públicos mostram que os gastos com propaganda no Governo Marconi Perillo / José Eliton já chegam a R$ 481 milhões – e o ano ainda nem acabou.


Daniel lembra que a promessa de abastecer Anápolis por meio da captação dos ribeirões Piancó, Anicuns e Capivari é antiga, relembrada pelo governo estadual a cada eleição, mas ainda não se concretizou devido a essa falta de prioridade. O candidato propõe, por meio de gestão e realocação de recursos e prioridades, concluir as ações necessárias para dar fim ao desabastecimento de água.


O mesmo problema de abastecimento acontece na região metropolitana, onde a barragem do João Leite está cheia de água que a Saneago, por falta de gestão e planejamento, não consegue levar para os cidadãos. “Foram seis inaugurações, três presidentes vieram aqui cortar fita mas até hoje população sofre porque essa água não chega às torneiras”, disse. Daniel falou do assunto nas rádios Bons Ventos FM, Fonte FM e Aliança AM, onde foi entrevistado.


Redução de impostos

O emedebista falou também sobre redução de impostos, um dos pontos que têm abordado com frequência. “A política moderna é de redução de carga tributária condicionada a uma meta de arrecadação. Quando se reduz o tributo, um maior número de pessoas conseguirá pagar e você pode ter uma arrecadação até maior do que tinha. Queremos adotar isso com diálogo e contribuição do setor produtivo e da população.”


Questionado sobre seus projetos para a saúde, Daniel listou uma série de medidas permitidas por meio de tecnologia da informação: a interligação as áreas do governo, que vai permitir melhor controle e prioridade aos que mais necessitam; a criação de um aplicativo que permita ao cidadão marcar consulta com base em uma lista de especialistas da rede pública ou conveniada, sem necessidade de filas; e a conclusão dos hospitais que foram prometidos há anos e nunca funcionaram. “Aliás, não vamos começar nenhuma obra antes de concluir aquelas que estão inacabadas”, assevera.


O candidato falou ainda sobre segurança: igualar os salários dos policiais, de acordo com suas categorias, e aumentar o efetivo são, ao lado do investimento pesado em tecnologia e inteligência, os pilares para que o cidadão goiano possa voltar a andar nas ruas sem medo. “Fomos os primeiros a nos comprometer com o tratamento igualitário aos policiais. Além disso, vamos devolver ao policiamento preventivo aqueles homens e mulheres que hoje estão subaproveitados em funções administrativas e, a médio e longo prazo, aumentar o efetivo por meio de concursos públicos.”



Assessoria de Comunicação – Deputado federal e candidato ao governo de Goiás Daniel Vilela (MDB)

Deixe sua opinião

x

Veja também

Deputado Eduardo Prado solicita investigação das empresas de ônibus

O Deputado Estadual Delegado Eduardo Prado encaminhou ontem, 12, ofício direcionado ao delegado da Delegacia ...

%d blogueiros gostam disto: