Home / Esporte / Goiano participa de Mundial de Paraciclismo na Holanda

Goiano participa de Mundial de Paraciclismo na Holanda

Victor Luise também deve representar o Brasil nos Jogos Parapan-Americanos de 2019 em Lima, no Peru. Antes, ele ainda estará em competições no Brasil, Itália e Bélgica

Neste domingo, 10, o goiano Victor Luise embarca com a delegação brasileira para a Holanda, onde disputará o Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista UCI 2019. Ao todo cinco atletas brasileiros participarão das provas, que acontecerão na cidade de Apeldoorn, entre os dias 14 e 17 de março.

Em seguida, Victor, já de volta ao Brasil, participa de uma competição em Brasília (DF), no mês de abril, e depois vai a Europa para disputas na Itália e Bélgica, em maio. O paratleta está na expectativa também pelos Jogos Parapan-Americanos 2019 em Lima, no Peru, que acontece em agosto.

“Estou animado e esperançoso com as disputas deste ano. Será uma verdadeira maratona. Quero seguir focado para conquistar uma vaga nas Paralimpíadas de 2020”, revela.

20.03.2018 – Brasil, Rio de Janeiro, Mundial de Paraciclismo de Pista – Velodromo – Parque Olimpico. Dia de treino de equipes BRASIL – Foto: ©Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB

Conquistas

No fim de fevereiro, Victor Luise venceu a etapa de abertura da Copa Brasil de Paraciclismo, em Maringá (PR), na categoria CM2, na prova de contrarrelógio individual e também na prova de resistência. Em 2018, tornou-se tricampeão brasileiro na Classe C2. O paratleta também foi vice-campeão na prova de resistência no Campeonato Pan-Americano de Estrada, em São Caetano (SP).

Ainda no ano passado, Victor participou da Copa do Mundo de Paraciclismo em Estrada no Canadá, onde conquistou a 8ª posição nas provas de resistência e contrarrelógio. Os resultados o fizeram garantir o 13º lugar no ranking internacional da Union Cycliste Internationale (UCI).

Sobre o atleta

Victor Luise teve a perna direita amputada em um acidente de moto no ano 2000, aos 18 anos de idade. Em 2012 iniciou sua trajetória profissionalmente no esporte através do halterofilismo. A migração para o ciclismo começou dois anos mais tarde, em 2014. No entanto, em 2015, após uma luxação no braço, foi totalmente impedido de levantar pesos e, desde então, se dedica exclusivamente às bicicletas.


Atendimento à imprensa AFG Comunicação

Deixe sua opinião

x

Veja também

Veja destalhes sobre os ingressos para Atlético-GO x Santos-SP

As vendas de ingressos para a primeira partida da Copa do Brasil entre Atlético-GO x ...

%d blogueiros gostam disto: