Home / Mundo / Brasil / RG digital está disponível no Distrito Federal e é válido em todo o país
Imagem. Divulgação.

RG digital está disponível no Distrito Federal e é válido em todo o país

O documento de identidade digital já está disponível no Distrito Federal para celulares do sistema Android e é válido em todo o território nacional, de acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). A versão digital do RG, que funciona por meio do aplicativo E-Identidade, ficou dois meses em teste e foi lançada nesta segunda-feira (12/8). O DF é a primeira região do Brasil a usar a versão online do documento.

De acordo com informações da PCDF, o RG digital pode ser baixado de forma gratuita por cidadãos que emitiram a nova versão do documentodepois do dia 1º de julho de 2018 no Distrito Federal e que apresentem o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) no documento físico. Já para os que tiraram a identidade antes da data, é preciso pedir a segunda via da versão impressa, que tem custo R$ 42, pois para baixar o E-Identidade é preciso um código criptografado que se encontra no verso da nova identidade.

“O e-Identidade permite um rápido acesso aos principais dados dos cidadãos e reduz o total de documentos portados diariamente. Além disso, é mais seguro e prático e ainda reduz índices de extravio”, destacou o diretor-geral da Polícia Civil, Robson Cândido. “Somos a primeira polícia civil do Brasil a instituir o documento eletrônico para a população”, completou em entrevista coletiva.

Como usar a versão do RG digital no Distrito Federal

A E-Identidade tem o mesmo valor que o documento físico e pode ser utilizada em todo território nacional. Inicialmente a versão digital está disponível apenas em aparelhos do sistema Android, mas a PCDF reforça que aguarda apenas a sinalização da Apple para trabalhar o E-Identidade no sistema IOS.

Para cadastrar a E-Identidade, o cidadão deve estar munido com o documento físico e deverá inserir as seguintes informações: tipográfico (código no verso da cédula de Identidade), número do RG, Estado (DF), número do CPF, nome igual ao que consta na identidade, e-mail e senha.

Em seguida, serão apresentados no RG digital dados pessoais, não informados por você no cadastro inicial, que foram obtidos por meio de pesquisa em bancos de dados da Polícia Civil do Distrito Federal. Esses dados foram cadastrados quando você solicitou a emissão da sua Carteira de Identidade em meio físico.

Podem ser coletadas informações sobre sua navegação no aplicativo, como, por exemplo:

  • Identificação do seu dispositivo;
  • Carteiras de Identidade verificadas;
  • Carteiras de Identidade cadastradas;
  • Localização do dispositivo;
  • Tipos de erros eventualmente detectados.

Alguns recursos, quando necessários, serão solicitados e notificados por este aplicativo como, por exemplo:

  • Acesso à rede (Internet Móvel ou WiFi);
  • Acesso à identificação do dispositivo.

Estas informações são necessárias para validações de segurança no dispositivo utilizado pela PCDF.

Fonte. Dia Online / Thyélen Lorruama

Deixe sua opinião

x

Veja também

Desigualdade social no Brasil aumenta pelo 17° trimestre seguido, diz FGV

A desigualdade social aumenta há mais de cinco anos no país, segundo dados do estudo “A Escalada ...

%d blogueiros gostam disto: