Home / Mundo Gospel / Dia da Celebração da Amizade Brasil-Israel é aprovado por comissão na Câmara dos Deputados
Bolsonaro e Netanyahu em encontro no Brasil. (Foto: Reprodução/Metrópoles)

Dia da Celebração da Amizade Brasil-Israel é aprovado por comissão na Câmara dos Deputados

A data será comemorada a cada 12 de abril e foi escolhida em comum acordo com a Embaixada de Israel em Brasília

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (14) projeto enviado pelo Executivo que institui o Dia de Celebração da Amizade Brasil-Israel.

A data será comemorada a cada 12 de abril. O dia foi escolhido pelo governo brasileiro em comum acordo com a Embaixada de Israel em Brasília, e refere-se à data, em 1951, em que foi criada a legação do Brasil em território israelense.

“O Brasil mantém uma importante e sólida relação bilateral com o Estado de Israel, que data de fevereiro de 1949, poucos meses após a declaração de independência daquele país”, diz a proposta.

Atualmente, segundo o governo, cerca de 10 mil brasileiros vivem em Israel: “Mantemos um forte vínculo cultural e social, com uma comunidade de cerca de 10 mil brasileiros em Israel e uma comunidade judaica no Brasil de mais de 100 mil pessoas”. 

O fluxo grande de turistas de lado a lado também foi considerado.  “Israelenses consideram o Brasil um país de grande interesse por sua identidade multicultural, a diversidade de suas paisagens e centros urbanos, e o progresso econômico social dos últimos anos; brasileiros visitam Israel para conhecer monumentos religiosos e históricos e uma sociedade vibrante”, afirma a proposta.

O projeto destaca ainda as relações comerciais: “Comércio entre os dois países vem crescendo consideravelmente nos últimos anos, tendo triplicado na última década”.

Israel foi o primeiro país de fora da América Latina com o qual o Mercosul assinou Acordo de Livre Comércio.

“O diálogo entre os dois países é fluido e maduro sobre temas de interesse bilateral e global. Há, anualmente, consultas políticas entre ambas as Chancelarias, que permitem conhecer melhor as preocupações internacionais.

Fonte. Guiame, com informações da Câmara dos Deputados

Deixe sua opinião

x

Veja também

Isenção do imposto para templos será prorrogado até 2032

Pela legislação em vigor, o benefício fiscal para essas entidades havia sido extinto em dezembro ...

%d blogueiros gostam disto: