Home / Política / DE SAÍDA DO PTB – Jovair e Henrique Arantes oficializam filiação ao MDB

DE SAÍDA DO PTB – Jovair e Henrique Arantes oficializam filiação ao MDB

Grupo político do ex-deputado federal e do deputado estadual também migra para os quadros emedebistas; em evento realizado na Assembleia, Daniel é “lançado” como candidato ao governo

Entusiasmados pela recente escolha da nova direção do MDB nacional e com discursos pautados ora pela necessidade de renovação interna, ora por inúmeras críticas ao governo do Estado, lideranças do partido em Goiás abonaram as fichas de filiação do ex-deputado federal Jovair Arantes e do deputado estadual Henrique Arantes aos quadros emedebistas, em evento realizado na noite desta segunda-feira (7), no auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa.

O presidente do MDB de Goiás e um dos vice-presidentes do diretório nacional, Daniel Vilela, também confirmou Henrique como futuro líder da bancada na Assembleia Legislativa. “Para que ele exerça o papel que a sociedade nos cobra: de sermos oposição inteligente e responsável a este governo letárgico”.

Ele e o pai, Jovair, deixam o PTB após tentativa do governador Ronaldo Caiado (DEM) de tomar o controle da legenda por meio de articulações com a direção nacional. “Não adianta tentar tomar um partido à força. Partido não é um nome, não é uma sede física. As pessoas do nosso grupo estão aqui conosco. Não saio com o coração amargurado, mas sim em busca de novos horizontes”, disse Henrique.“A maioria dos goianos elegeu um governo que tinha a bandeira da mudança, mas que se revelou adepto do continuísmo, das práticas políticas atrasadas, da truculência. Tentaram fazer com o PTB o mesmo que o então governador Marconi Perillo fez com o antigo PFL, tirando da legenda (atual DEM, partido de Caiado) mais de 20 prefeitos”, relembrou Daniel Vilela.PrestígioO ato de filiação contou com a presença do novo presidente do MDB nacional, deputado Baleia Rossi (SP); do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha; do ex-governador e ex-senador Maguito Vilela; e de diversos parlamentares do partido, como Isnaldo Bulhões Júnior, do MDB de Alagoas; além de prefeitos e vereadores, incluindo os que pertenciam ao grupo político dos Arantes e que também filiaram-se ao MDB.“De uma coisa eu tinha certeza: não viria para este partido sozinho. Agora estou aqui para falar de futuro, de um novo rumo para Goiás. Política se faz é construindo. E é por isso que não tenho inimigos na política”, disse Jovair.

O governador Ibaneis Rocha vinculou a chegada dos dois ex-petebistas ao MDB à eleição da nova direção do MDB nacional. “Nós começamos ontem (domingo) uma nova jornada no MDB. E hoje este ato (filiação de Jovair e Henrique) já marca o que nós queremos fazer em todo País, que é um partido forte, com pessoas experientes e que querem fazer da nossa legenda um grande partido em Goiás, como sempre foi”.Parlamentares de outras legendas também prestigiaram a chegada de Jovair e Henrique aos quadros do MDB, como Lêda Borges (PSDB) e Lucas Calil (PSD), ambos deputados estaduais. “Contamos com a chama do MDB para acender a oposição em Goiás e para que em 2022 possamos entrar no Palácio das Esmeraldas e entregar um governo à altura do que os goianos merecem”, enfatizou Calil.

Neste mesmo ato, antigos emedebistas, que chegaram a exercer mandatos por outras legendas, retornaram ao partido, como os ex-deputados federais Luiz Bittencourt e Pedrinho Abrão.OposiçãoDaniel Vilela dedicou parte do seu discurso à avalição do governo de Ronaldo Caiado. “Esta gestão não atende às expectativas dos goianos. Vemos um governador deslumbrado com o poder, mas que não vai no chão da fábrica. É um governo feito por estrangeiros (em referência ao secretariado), sem comprometimento, sem competência. O governador se preparou para vencer as eleições, mas não para governar. Sigamos em frente; temos a obrigação de fazer um bom combate”.Em pauta, eleições de 2020 e 2022

O fortalecimento do MDB com vistas às eleições municipais do ano que vem dominaram os discursos das principais lideranças do partido e também dos novos filiados. Os primeiros elencando estratégias para que a legenda cresça, filie mais pessoas e, por tabela, para que faça o maior número de prefeitos em 2020. Os novos emedebistas, por sua vez, reafirmaram que trabalhariam com o mesmo propósito.

“Me comprometo com o diretório nacional a lutar cada vez mais pelo crescimento do MDB em Goiás para que elejamos o maior número de prefeitos e para que em 2022 tenhamos uma grande bancada no Congresso”, disse Daniel a Baleia Rossi, presidente nacional do MDB.

E se as eleições para o Palácio das Esmeraldas fossem hoje, os pronunciamentos no ato de filiação de Jovair e Henrique Arantes ao MDB também revelaram que o partido não abre mão de Daniel Vilela como candidato a governador. “Quero vê-lo à frente do governo estadual, fazendo de Goiás um estado moderno, que respeita sua gente e sua história”, disse Jovair.

“Precisamos nos reconectar com a sociedade. Olhar para a frente, compartilhar decisões, fazer diferente. Tenho certeza de que Daniel será o próximo governador de Goiás”, afirmou Baleia Rossi.

Fonte. Assessoria de Imprensa MDB

Deixe sua opinião

x

Veja também

Bolsonaro não deixará PSL de livre e espontânea vontade, diz porta-voz

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, afirmou hoje (9) que o presidente ...

%d blogueiros gostam disto: