Home / Mundo / Brasil / Cidades / Construção da Rede de drenagem na Av. Goiás começa na próxima segunda-feira, 8

Construção da Rede de drenagem na Av. Goiás começa na próxima segunda-feira, 8

Obra de 1,9 km de extensão será em três etapas até chegar à Praça Cívica, com previsão de ser concluída nas duas pistas em agosto do próximo ano

A Prefeitura de Goiânia inicia na segunda-feira, 8, a construção da rede de drenagem na Avenida Goiás com a Avenida Independência até a Praça Cívica. É uma nova etapa da obra, iniciada em maio na Rua 4, no Setor Norte Ferroviário, para lançamento no Córrego Capim Puba. A rede, com extensão total de 2,6 km, vai solucionar os problemas de enchentes e alagamentos nas adjacências da Avenida, região da Rua 44, Avenida Independência, Praça do Trabalhador, Praça do Bandeirante e Praça Cívica. 

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, estará no local das 6h30 às 9h para atender a imprensa.

Os serviços serão feitos em três etapas até chegar à Praça Cívica. Na primeira, as obras serão executadas entre a Avenida Independência e a Avenida Paranaíba; a segunda, da Avenida Paranaíba à Avenida Anhanguera; e a terceira, da Avenida Anhanguera até a Praça Cívica. Concluídas as três etapas, as obras serão realizadas na outra pista da Avenida. No sentido Norte-Sul, a previsão é de conclusão no final deste ano; na contramão da Goiás, em agosto do próximo ano.

 *Requalificação*
Paralelamente às obras da rede de águas pluviais, serão retomadas as obras do BRT e a Avenida será requalificada e preparada para receber a operação, com interferências mínimas no canteiro central para a construção de três estações conjuntas para embarque e desembarque de passageiros. O projeto foi acertado previamente com o Iphan, em respeito ao patrimônio histórico de Goiânia.

A revitalização contempla as calçadas, que serão arborizadas e readequadas, conforme as normas de acessibilidade, a iluminação será substituída por lâmpadas led em toda a via, as árvores condenadas serão trocadas e a sinalização será completamente revitalizada – horizontal, vertical e semafórica, com semáforos inteligentes.

O orçamento para a execução das obras nesse trecho da Goiás até a Praça Cívica é de R$ 40,575 milhões, sendo: Drenagem: R$ 7.775 milhões; Pavimento Rígido: R$ 17.194 milhões; Pavimento Flexível: R$ 3.468 milhões; Obras complementares: R$ 10.178 milhões; e Estações: R$ 1.960 milhões.     

 “Damos início à construção de obras estratégicas para Goiânia”, diz o prefeito Iris Rezende. “Com a rede de drenagem, buscamos solução para problemas ocasionados por alagamentos na região central. Com o BRT, daremos um salto gigantesco rumo à melhor mobilidade, com impactos positivos na vida dos moradores”, destaca.

 *Trânsito* 
Durante o período da construção da rede, será necessário interditar a pista da Avenida Goiás em que a obra está sendo realizada e nessa primeira etapa, no trecho entre a Avenida Independência e a Avenida Paranaíba (sentido Norte/Sul) o trânsito será desviado para as Ruas 70 (automóveis) e Rua 68 (ônibus), sendo que será proibido estacionar do lado direito das duas vias. Os semáforos nos cruzamentos da Independência e da Paranaíba receberão ajustes de três tempos e placas de orientação sobre os desvios e proibições serão instaladas.

 *Rede de drenagem*
A rede de drenagem completa tem 2,6 km e vai da Praça Cívica ao Setor Norte Ferroviário; parte integrante do complexo do BRT, conta com orçamento na ordem de R$ 7,8 milhões. 

Os trabalhos de construção tiveram início em maio e, por ser o trecho mais complexo, começaram pela Rua 4, no Setor Norte Ferroviário, onde se dará o lançamento no Capim Puba, de lá passará pela Avenida Oeste, no Setor Marechal Rondon, seguirá pela Rua 74 e subirá a Avenida Goiás, cruzará a Avenida Independência e chegará até a Praça Cívica. 

O projeto da rede é audacioso, com utilização de tubulação em Ribiloc (PVC), de 500 mm de diâmetro, na Praça Cívica (início), e de 1.600 mm de diâmetro (1,60 m), no Capim Puba, onde será o lançamento. A capacidade de vazão é de 10 mil litros de água por segundo.

Para o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, com o sistema de drenagem, Goiânia dará um salto qualitativo muito grande na área de saneamento ambiental, proporcionando a uma região muito populosa, mais segurança no período de chuva e a Seinfra está fazendo um trabalho de conscientização junto aos lojistas, moradores e frequentadores da Avenida Goiás, informando sobre o início das obras e alertando sobre a sua importância para a cidade e, principalmente, para quem mora e trabalha na região central.

“A rede de drenagem é uma obra de extrema importância para todo o centro de Goiânia, que é muito adensado e sofre com problemas de enchentes e alagamentos e não é mais possível atrasar a sua construção, até porque, é uma exigência para a implantação do BRT, que é outra obra urgente e necessária, por isso, estamos conversando com todos que vivem, trabalham e passam pela Avenida Goiás e explicando que os transtornos de hoje são necessários para o bem estar e a segurança de amanhã”, afirma.

Assunto: Início das obras da rede de drenagem na Avenida Goiás
Dia: 8 de julho de 2019
Local: Avenida Goiás com Avenida Independência
Horas: 8h

 Portal Oficial da Pref de Goiânia. Nara Serra, da editoria de Infraestrutura, com informações de Teresa Costa, da SMT

Deixe sua opinião

x

Veja também

Sem apoio: sobre medidas contra coronavírus, Caiado se reunirá com prefeitos nesta segunda-feira (18/5) às 18h

O governador Ronaldo Caiado anunciou, na tarde deste domingo (17/5), que irá se reunir com ...

%d blogueiros gostam disto: