Home / Mundo / Brasil / Goiás / Chuvas intensas, marcarão a semana em Goiás, alerta Inmet
Foto. Reprodução / Governo de Goiás.

Chuvas intensas, marcarão a semana em Goiás, alerta Inmet

A semana em Goiás começa com chuvas intensas, de acordo com comunicado do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), publicado neste domingo (10/11). Deve chover entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, além de ventos intensos de 40 a 60 quilômetros por hora.

De acordo com o comunicado, as regiões que podem ser mais afetadas pelas chuvas intensas são: Central, Sul, Norte e Noroeste, além dos estados do Tocantins, Mato Grosso e Rondônia. Goiás está entre os estados que mais receberam alertas de chuvas intensas e tempestades nas últimas duas semanas.

O Inmet também publicou alguns cuidados a serem tomados em caso de chuvas intensas: em caso de rajadas de vento: não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada; obtenha mais informações junto à Defesa Civil (199) e ao Corpo de Bombeiros (193).

Devem ocorrer chuvas intensas até o fim do ano?

Segundo levantamento do ClimaTempo, deve chover sobre o país no mês de novembro, de forma geral, graças às mudanças na temperatura da água do mar do oceano Atlântico Sul, na costa do Sul e do Sudeste do Brasil e à circulação dos ventos em vários níveis da atmosfera.

Na publicação, o meteorologista Filipe Pungirum observa que “as pancadas de chuva vão ser mais regulares, mais frequentes no Sudeste e no Centro-Oeste também, mesmo assim, várias regiões devem terminar o mês com menos chuva do que a média normal.”

Nesses dois últimos meses do ano, “a maior instabilidade sobre a Região Norte do Brasil e atmosfera mais quente estimulam a organização do corredor de ar úmido do Norte para o Centro-Oeste e o Sudeste do país.” O profissional alerta ainda que “para dezembro, em linhas gerais, a expectativa é de que a chuva ocorra com maior frequência do que em novembro e de forma mais generalizada também.”

Fonte. Dia Online / Thyélen Lorruama

Deixe sua opinião

x

Veja também

AGR e Governo de Goiás aprovam redução de preços de serviços na Saneago

O Conselho Regulador da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) ...

%d blogueiros gostam disto: