Home / Mundo / Brasil / Goiás / Caiado abre caminho para implantação do VLT na linha do Eixo Anhanguera, em Goiás
Foto. Reprodução.

Caiado abre caminho para implantação do VLT na linha do Eixo Anhanguera, em Goiás

O governador Ronaldo Caiado (DEM) visitou nesta quinta-feira (21/3) a 25ª edição da Intermodal South América 2019 e conheceu o trabalho da multinacional Build Your Dreams (BYD). A empresa é especializada em alta tecnologia de energia limpa e está interessada em implantar uma fábrica em Goiás, para implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na linha do Eixo Anhanguera.

Caiado visitou a feira e conheceu a empresa ao lado do secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Morais e do presidente da Adial Goiás, Otávio Lage Filho. “A empresa nos apresentou um projeto para a linha do eixo que corta a Avenida Anhanguera, com uma tecnologia que está sendo implantada na Bahia. E nós queremos dar mais agilidade ao transporte da nossa capital”, afirmou o governador.

Conforme Ronaldo Caiado, a tecnologia utilizada pela BYD pode auxiliar a ter um conhecimento maior sobre energia lima no Estado.

Por sua vez Wilder Morais afirmou que o convite para conhecer a empresa partiu da própria BYD, e que tanto ele como o governador tiveram a oportunidade de fazer a visita hoje. “Tivemos a oportunidade de conhecer a empresa em São Paulo, mais em seguida queremos levá-los a Goiás para mostrar nossa potencialidade e não apenas implantar o Eixo Anhanguera, mas também uma fábrica de alta tecnologia no Estado”,  salientou o secretário.

De acordo com o secretário as condições no Estado foram o que chamaram a atenção da BYD, que procurou a secretária para fazer o contato com o governo estadual.

VLT está sendo implantado na Bahia e depois deve chegar a Goiás

A empresa nesse momento é responsável pela implantação do VLT em Salvador, na Bahia. Conforme as informações do governo de Goiás é uma extensão de 19 quilômetros sendo implantada na capital baiana. O contrato de instalação do sistema foi firmado em fevereiro deste ano e ressalta que o VLT vai ser movido a eletricidade sem a emissão de poluentes.

“Nós estamos ansiosos para participar do projeto de Goiânia, com  uma tecnologia mais moderna e de reconhecimento facial, além de ser superecológico para evitar o trânsito, e ter um intervalo de paradas mais curto”, afirmou o diretor de negócios da BYD, Alexandre Liu.

Segundo o diretor da BYD, a proposta vai ser uma ótima solução para a capital, pois vai economizar as vias e liberar outras duas para os veículos e até mesmo um parque, de acordo com a necessidade da população.

Na última sexta-feira (15/3) Ronaldo Caiado participou de uma reunião como prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB), na pauta o transporte coletivo da capital e região metropolitana e a possível privatização da Metrobus, empresa que é responsável pela gestão da linha do Eixo Anhanguera, que é gerido pelo governo estadual. Na ocasião, Caiado afirmou que se recebesse uma proposta o Estado iria regular e fiscalizar o serviço e a qualidade do transporte coletivo.

Fonte. Dia Online Hélio Lemes

Deixe sua opinião

x

Veja também

Detran otimiza fluxo de atendimento e incentiva uso de aplicativo

A central de atenção ao público da sede do Detran-GO, em Goiânia, passa por adequações ...

%d blogueiros gostam disto: