Home / Mundo / Brasil / Goiás / Balança comercial goiana fecha março com saldo positivo de US$ 386,2

Balança comercial goiana fecha março com saldo positivo de US$ 386,2

Março foi mais um mês, o 51º de uma série, em que a balança comercial de Goiás foi superavitária. O volume exportado foi de US$ 734,5 milhões e as importações totalizaram US$ 348,3, fechando o mês com saldo comercial positivo de US$ 386,2 milhões. O Complexo Soja (grãos, óleo e farelo), as Carnes e Ferroligas ocuparam a ponta do ranking das exportações goianas, que fecharam o mês com a comercialização de 279 produtos para 119 países, ou seja, 13 destinos a mais que no mês anterior.

Exportações

À frente, puxando o elenco de produtos da lista das exportações, mais uma vez esteve o Complexo Soja (grãos, farelo e óleo), cuja comercialização foi da ordem de US$ 409,4 milhões, mais que a metade do volume exportado pelo Estado: 55,75% em março. A seguir vieram as Carnes com total de R$ 109,6 milhões, com destaque para as carnes bovinas, cuja comercialização cresceu 14,27%. As Ferroligas ficaram em terceiro lugar no ranking de vendas, totalizando US$ 60,1 milhões e o Sulfeto de Cobre completa os destaques com US$ 48,4 milhões, ou 6,60% das exportações de março.

Na curva ascendente da balança de março também figuraram com destaque o Açúcar, os Couros e derivados, Ouro, Máquinas, Equipamentos e aparelhos elétricos e mecânicos, o Complexo Milho (grãos, farelo, óleo e derivados), Outros Produtos de Origem Animal e o Amianto.

Países de destino

Parceira tradicional das exportações goianas, a China ficou em primeiro lugar no ranking dos destinos dos produtos, cujo total das vendas alcançou US$ 336,6 milhões. Dentre os principais produtos comprados pela parceira asiática destacaram-se o Complexo Soja, as Carnes Bovinas, as Ferroligas, as Carnes de Aves, os Couros e derivados, as Carnes suínas e o Glicerol.

Os países baixos (Holanda) ficaram em segundo lugar no ranking dos países de destino das exportações goianas totalizando US$ 50,3 milhões em produtos como o Complexo Soja, as Ferroligas, as Carnes Bovinas, as Carnes de Aves, os Produtos Farmacêuticos, o Açúcar, as Gelatinas e derivados, o Sulfeto de Cobre, os Couros e derivados, os Produtos Químicos Orgânicos, a Vermiculita e cloritas, vestuário feminino, perfumaria e preparações cosméticas, etc. Seguiram-se no rol dos países que adquiriram produtos goianos a Índia, Espanha, Tailândia, Coreia do Sul, Hong Kong, Estados Unidos, Taiwan (Formosa), França e Reino Unido

Importações

As importações goianas alcançaram saldo de US$ 348,3 em março, tendo sido comprados 1.378 produtos de 66 países. Mais um mês em que o ritmo positivo de produção do Polo Farmacêutico de Goiás liderou o ranking e respondeu pelas importações de produtos para transformação, totalizando US$ 130,6 milhões, ou 37,51% do valor total das compras feitas no Estado no citado mês.

O segundo colocado na escalada da lista das aquisições ficou para os veículos (automóveis, tratores e outros terrestres) cujo volume de importações ficou em 15,43% do total adquirido pelo Estado, perfazendo valor de US$ 53,7 milhões. Seguiram-se, com 12,35% das aquisições, os produtos voltados às operacionalizações e estruturas como Reatores Nucleares, Caldeiras, Máquinas, Aparelhos e Instrumentos Mecânicos e suas partes.

Os demais 22,46% do total das importações de março referem-se aos Adubos, Químicos Orgânicos, Instrumentos e Aparelhos de Óptica de controle ou de precisão, Instrumentos, mobiliários e Aparelhos Médico-Cirúrgicos e elétricos, Alumínio e suas obras, etc.

Países de origem

Goiás importou mais dos Estados Unidos, totalizando US$ 68,9 milhões, ou 19,79 % do total das compras. Seguiram-se no rol dos países fornecedores de produtos, a Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Tailândia, Suíça, China, Rússia, Itália e Índia.

Comunicação SED

Deixe sua opinião

x

Veja também

Sem apoio: sobre medidas contra coronavírus, Caiado se reunirá com prefeitos nesta segunda-feira (18/5) às 18h

O governador Ronaldo Caiado anunciou, na tarde deste domingo (17/5), que irá se reunir com ...

%d blogueiros gostam disto: