Home / Mundo / Brasil / Cidades / Avenida Independência em Aparecida terá limite de 50km/h e fiscalização eletrônica
Foto: Claudivino Antunes

Avenida Independência em Aparecida terá limite de 50km/h e fiscalização eletrônica

Aparecida de Goiânia vem crescendo e se desenvolvendo ao longo dos anos e isso tem refletido no trânsito. Com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana e dar maior segurança e acessibilidade nas vias da cidade, a Prefeitura de Aparecida por meio da Secretaria Executiva de Mobilidade e Trânsito (SMTA) iniciou a execução do plano de mobilidade urbana. O projeto contempla a revitalização de sinalização das vias públicas com cruzamentos com semáforos, zona 50km em avenidas de tráfego intenso, implantação lombadas eletrônicas, ciclovias/ciclofaixas e o projeto “Frente Segura”, que é um espaço prioritário para os motociclistas aguardarem a abertura do semáforo.

A Avenida Independência, entre o setores Village Garavelo e Colina Azul, está recebendo placas de regulamentação com velocidade máxima de 50km/h e fiscalização eletrônica. Já na Avenida Benedito Silvestre de Toledo, entre os setores Independência Mansões e Colina Azul, foram instaladas placas de regulamentação com zona de 40km/h e lombada eletrônica. Ao longo da via já foram implantadas as ciclofaixas, que são destinadas à circulação exclusiva de bicicletas e delimitada por sinalização específica.

Segundo o secretário executivo de Mobilidade e Trânsito, Avelino Marinho, o objetivo é garantir um sistema facilitador de transporte com acessibilidade, agilidade, qualidade e segurança no trânsito. “O tráfego de Aparecida está cada dia mais intenso e pensamos em realizar um projeto que busque dar melhores condições e segurança tanto para os condutores de veículos quanto para pedestres e ciclistas. Esse trabalho consiste em promover uma condição que permite o deslocamento fácil e ágil das pessoas de um ponto a outro de Aparecida”, destacou.

A SMTA fará o teste dos equipamentos no período de 30 dias – a começar no mês de agosto – assim que a instalação dos equipamentos for concluída. Depois do prazo de revisão das lombadas eletrônicas e dos pardais de monitoramento da velocidade, a secretaria dará início ao trabalho de fiscalização. Na Avenida das Nações, entre o Parque das Nações e Jardim Canadá, a lombada com zona de 40km/h já está em funcionamento. De acordo com o secretário de Mobilidade e Trânsito de Aparecida (SMTA), Avelino Marinho, o objetivo das alterações no limite de velocidade de algumas avenidas do município, é proporcionar maior segurança no trânsito no perímetro urbano.

“Buscamos com essa iniciativa, reduzir os casos de imprudência de condutores de veículos com relação à velocidade máxima permitida, proporcionando maior segurança e acessibilidade para todos, tanto condutores, como pedestres e ciclistas. Pelo código de Trânsito Brasileiro, as vias urbanas têm velocidade máxima de 60 km/h, mas em alguns pontos, esse limite ainda é alto”, sublinhou o secretário que acrescenta que as intervenções de mobilidade urbana serão levadas para outras ruas e avenidas do município.

“Outro ponto que implantamos as lombadas é a Avenida Jataí, no Jardim Bela Vista. Seis equipamentos fiscalizam a velocidade na via. Vamos instalar sinalização de velocidade na Avenida V-5, que dá acesso ao Hospital Municipal de Aparecida. O objetivo é faciliar a entrada e saída de ambulâncias do hospital”, explicou Avelino.  O secretário ressalta ainda que objetivo principal não é multar ou penalizar o condutor, mas promover uma cultura de respeito as normas de trânsito, educação para o trânsito, cidadania e de acessibilidade para todos.

Frente Segura

As avenidas Rio Verde, nas imediações do Buriti Shopping, e Independência são as primeiras a serem contempladas com o projeto de mobilidade urbana, que consiste em determinar espaço exclusivo para que as motos fiquem estacionadas na frente dos carros em semáforos. O objetivo é organizar o trânsito e evitar acidentes no momento de arrancada dos veículos automotores.

“Nossas equipes já estão conscientizando as pessoas nas ruas com a entrega de informativo que explica o projeto. Essa é uma medida alternativa e preventiva de organizar o trânsito e evitar acidentes com motociclistas”, finalizou o secretário de Mobilidade e Trânsito de Aparecida, Avelino Marinho.

Fonte: Rafael Freitas / Foto. Claudivino Antunes

Deixe sua opinião

x

Veja também

Prefeitura em Ação encerra o ano com quase 500 mil atendimentos

Programa que esteve em 21 regiões diferentes do município uma vez por mês desde a ...

%d blogueiros gostam disto: