Home / Mundo / Brasil / Cidades / Audiência discute proposta de desvio na BR-153 e transferência do Semiaberto em Aparecida
Foto: Wigor Vieira

Audiência discute proposta de desvio na BR-153 e transferência do Semiaberto em Aparecida

Com objetivo de buscar melhores soluções para a segurança pública do município, o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, reuniu na noite desta quinta-feira, 29, com representantes da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico da Região Metropolitana (CODESE), Ministério Público, Segurança Pública do Estado de Goiás e da Concessionária Triunfo Concebra, para discutir o projeto de desvio da BR-153 e transferência do semiaberto do Complexo Prisional.

Segundo o prefeito, o sistema prisional instalado no município traz insegurança para população e prejudica a instalação de mais indústrias. “Aparecida se tornou uma das molas propulsoras mais importantes de Goiás e, infelizmente, nós temos algumas questões que atrapalham o seu desenvolvimento. O sistema prisional é o principal catalizador da violência e ocupa uma área importante para o desenvolvimento econômico da nossa cidade”, sublinhou.

O diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Urzeda Mota, explicou também os fatores que impossibilitam a retirada do presídio de Aparecida, mas informou que existe um projeto de transferir o semiaberto para outro local. “O Estado quer resolver essa questão, se isso ocorrer vai ser benefício não só para Aparecida, mas também para o estado inteiro. Uma vez que vai atrair mais empresas para a cidade, beneficiará a economia goiana e, principalmente, garantir mais segurança à população”, salientou.

Sobre a proposta de desvio da rodovia federal, Gustavo ressaltou a importância de resolver o problema. “Ao criar o desvio o trânsito será desafogado, diminuindo o tempo de chegada ao destino, melhorando a mobilidade e promovendo maior segurança para os condutores”, reiterou. O diretor da Triunfo-Concebra, Odenir José, informou as condições atuais para implementação do plano original de construção de um desvio da BR-153 que contorna Aparecida a Goiânia, que nesse momento atrapalham a implantação do desvio. A concessionária é responsável pela concessão da BR-153 e BR-060 em mais de mil quilômetros de extensão do país.

 “Vamos montar uma comitiva, com pelo menos 30 empresários, para buscar soluções junto ao governo federal em Brasília, mostrar nossa indignação com a paralisação da obra do desvio, tentar entender as questões técnicas existentes e finalmente destravar a obra do desvio da BR 153. Queremos também traçar estratégias para retirarmos a penitenciária de Aparecida”, concluiu o presidente do (CODESE), Carlos Alberto de Paula Moura

Fonte: Rackel Vieira / Foto: Wigor Vieira

Deixe sua opinião

x

Veja também

Prefeitura em Ação encerra o ano com quase 500 mil atendimentos

Programa que esteve em 21 regiões diferentes do município uma vez por mês desde a ...

%d blogueiros gostam disto: