Home / Esporte / Atlético Goianiense – “Nosso time entrou muito frouxo na marcação”, desabafa Adson Batista; veja detalhes
CRB x Atlético-GO, no Rei Pelé (Foto: Felipe Nyland/ Gazeta de Alagoas)

Atlético Goianiense – “Nosso time entrou muito frouxo na marcação”, desabafa Adson Batista; veja detalhes

Após sete partidas de invencibilidade, o Atlético voltou a ser derrotado no Campeonato Brasileiro da Série B. O time rubro-negro foi a Maceió, perdeu para o CRB por 2 a 1 e conheceu sua sexta derrota na competição. Com o resultado o Dragão acabou perdendo uma posição, mas não deixou o G4. Após a partida, em entrevista às Feras do Kajuru, o presidente Adson Batista criticou o desempenho da equipe no Estádio Rei Pelé.

“Acho que fizemos uma partida muito ruim, muito lenta e apática. No futebol se você não igualar na vontade fica difícil ganhar de qualquer equipe. Primeiro tem que igualar na vontade, depois na qualidade. Nosso time entrou muito frouxo na marcação, sem intensidade e sem dinâmica nenhuma. Era para termos aproveitado o emocional do CRB que começou errando passes de dois metros, depois fizeram o gol e ganharam confiança no jogo, mas porque nós demos essa oportunidade para eles. O time jogou muito mal, achou que chegaria aqui e iria ganhar de qualquer jeito e Série B não tem isso”, analisou.

Segundo o dirigente a equipe não entrou de “salto alto”, mas admitiu que faltou os atletas encarnarem o espírito de decisão.

“Não foi excesso de confiança, foi falta de concentração. Falta de saber que esse jogo era duríssimo, dificílimo e nós não entramos com o espírito que o jogo pedia. Agora é decisão, não tem volta, é reta final. Infelizmente pagamos um preço por isso”, explicou Adson.

Adson Batista (Foto: Paulo Marcos/Ass ACG)

Apesar da oscilação na competição, o Atlético se mantém no grupo dos quatro primeiros colocados pela 23º rodada consecutiva, 27 no total. No entanto, em caso de um resultado ruim em Barueri nesta terça-feira (12) a equipe rubro-negra pode deixar o G4 faltando apenas três rodadas para o término da competição. Situação que preocupa o presidente.

“É preocupante porque você sair do G4 agora nas últimas partidas? É muito frustrante para todo mundo no clube. Os jogadores do nosso time precisam entender que não tem mais margem porque nós erramos demais, empatamos demais e nós jogamos moroso demais em muitos jogos, e o time tem qualidade de dar a resposta que nós esperamos”, destacou Adson Batista.

Fonte. Sagres On / Nathália Freitas

Deixe sua opinião

x

Veja também

Vila Nova anuncia três atacantes para 2020

Lanterna da Série B em 2019 e rebaixado para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro ...

%d blogueiros gostam disto: