Home / Mundo / Brasil / Cidades / Assistência Social Itinerante leva atendimentos aos acolhidos da Associação Lapidando Tesouros
Foto: Jhonney Macena

Assistência Social Itinerante leva atendimentos aos acolhidos da Associação Lapidando Tesouros

Os acolhidos da Associação Lapidando Tesouros foram beneficiados nesta sexta-feira, 09, com mais uma edição do “Assistência Social Itinerante”, programa realizado pela Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da Secretaria de Assistência Social. Foram disponilizados todos os serviços oferecidos pela secretaria como o CadÚnico e programas do Governo Federal, atendimentos e encaminhamentos para os CRAS e CREAS; Sine com oferta de empregos; corte de cabelo; emissão do Passe Livre e Passaporte do Idoso; além de atendimentos na área da Saúde como odontologia, exames de HIV e hanseníase, vacinação e consultas com clínico geral.

Lucas Evangelista Vieira, de 21 anos, está acolhido há três meses na instituição e aproveitou bastante os atendimentos disponíveis. “Vou aproveitar para fazer um checape geral, vou no dentista, no atendimento médico e fazer meus documentos porque eu não tenho mais. Fico muito grato por ter acesso a esses serviços aqui, porque a gente quer voltar a ter uma vida correta, mas nas nossas condições é complicado sair daqui para resolver essas coisas. Então receber esses serviços está sendo muito bom”, comentou.

O prefeito Gustavo Mendanha ressaltou a importância de a gestão pública ter uma atenção especial com as pessoas que estão em extrema situação de vulnerabilidade social. “É o nosso papel enquanto poder público ajudar essas pessoas a saírem das condições em que se encontram e dar suporte para que tenham uma vida com mais dignidade.  A Lapidando Tesouros é um projeto que me comove muito e estar aqui trazendo uma série de serviços que irá contribuir com o bem-estar dos acolhidos é muito gratificante”, ressaltou.

O presidente da Associação Lapidando Tesouros, Gildeon Nunes da Silva, explica que a ida do programa até os acolhidos da instituição é de extrema importância. “Eles necessitam de quase todos os serviços que a Assistência Social Itinerante oferece. Nós resgatamos homens das ruas, que estavam na sarjeta, em becos, em situações precárias, que ingeriram diversos tipos de drogas e, por causa disso, a maioria estão com problemas de saúde, sem documentação, e sem saber dos seus direitos aos benefícios que estão disponíveis para eles. Então a presença da Prefeitura de Aparecida aqui é algo muito importante para dar uma chance a esses homens a terem de volta a sua dignidade”, destacou.

De acordo com a diretora do Cadúnico da Secretaria de Assistência Social, Márcia Bezerra, foi estratégico levar o programa até a Associação Lapidando Tesouros. “ O objetivo do Assistência Social Itinerante sempre foi de levar os serviços da secretaria até a população, exatamente para alcançar o público alvo que é as pessoas mais carentes e em situações de vulnerabilidade social. Os acolhidos dessa instituição estão passando por uma recuperação e é complicado suas saídas para ir buscar esses atendimentos, pois no meio desse caminho eles podem tomar novos rumos e não voltar para casa de recuperação”, explicou.

 o é fortalecer vínculos já muitos internos perderam o contato com os familiares São pessoas de situações de vulnerabilidade social, com algum tipo de dependência química e todos precisam ter acesso a política pública como cidadão. Em conversa com a instituição observamos que os acolhidos precisam dos serviços que a Prefeitura oferece, existe uma demanda para refazer documentações, cadastrar nos programas sociais disponíveis, atendimento na área da saúde, entre outros. O calendário de vacinação, teste de hanseníase, HIV.

Recuperando Vidas Lapidando Tesouros

O projeto foi idealizado pelo Pastor Gildeon Nunes, em 1992, quando começou a apoiar toxicômanos em praças da cidade. Três anos mais tarde passou a acolher dentro de sua própria casa, gratuitamente, pessoas que necessitavam de apoio espiritual e social para a superação da toxicomania. O projeto funciona e conta totalmente com ajuda de voluntários e doações para atender 120 acolhidos, e há 9 anos desenvolve os atendimentos na chácara no setor Rosa dos Ventos.

O principal objetivo é fazer a gestão da cidadania das pessoas que estão em situações de vulnerabilidade social e que fazem o uso de drogas lícitas e ilícitas, principalmente moradores de rua, e que não possuem condições de pagar um tratamento em razão a dependência química. No local os atendidos contam com acompanhamento social, psicológico, médico (disponibilizado pela rede pública), ações de entretenimento, além de refeições diárias. Ficam em situações de acolhimento pelo período de 9 a 12 meses, sendo que a cada três meses eles têm convívio de três dias com a família, no intuito de restabelecer os laços familiares que foram quebrados em razão do vício

Fonte: Rackel Vieira / Foto: Jhonney Macena

Deixe sua opinião

x

Veja também

Gustavo Mendanha inova com Gabinete Virtual e amplia atendimento à população

Segundo o prefeito, bate-papo virtual com moradores da cidade será realizado pelo menos uma vez ...

%d blogueiros gostam disto: