Home / Mundo / Brasil / Cidades / Aparecida mobiliza 30 unidades para Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo, que tem início nesta segunda-feira (7)
Foto: Arquivo

Aparecida mobiliza 30 unidades para Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo, que tem início nesta segunda-feira (7)

Com o propósito de imunizar 95% dos grupos elegíveis e manter afastados os riscos de surto no município de Aparecida, tem início nesta segunda-feira (7) e vai até o dia 25 de outubro, juntamente com todos as cidades do país, a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo 2019. Para isso a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mobiliza 30 unidades para atender toda a demanda. A campanha é mobilizada pelo Ministério da Saúde e se dividirá em duas etapas, cada uma com seu Dia D de mobilização. O objetivo é Interromper a transmissão do vírus do sarampo e reduzir internações e óbitos em todo o país. “Apesar de Aparecida ainda não ter confirmado nenhum caso de sarampo nós devemos estar preparados para evitar este mal pois várias cidades do país vivem hoje uma situação de epidemia. E a única solução é se vacinar, por isso pedimos que todas as crianças entre 6 meses e até 5 anos de idade sejam imunizadas assim como os jovens de 20 a 29 anos” – pontua a superintendente de Vigilância em Saúde do município, Vânia Camargo.

A coordenadora de Imunizações de Aparecida, Renata Cordeiro, explica que esta primeira fase é destinada às crianças entre 6 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias (até 5 anos). Nesta primeira etapa serão vacinadas apenas crianças sem esquema vacinal ou com esquema incompleto. Por isso é  fundamental que os pais levem o cartão de vacina para ser avaliado. Já a segunda fase, que acontecerá de 18 a 30 de novembro, o público-alvo são jovens de 20 a 29 anos de idade. As 30 unidades atenderão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A coordenadora conta ainda que cada uma das fases terá um “Dia D de Mobilização”.  Dia 19 de outubro será o da primeira fase e dia 30 de novembro o da segunda. “Foram tomadas todas as medidas de capacitação e a revisão de todos os protocolos junto aos nossos profissionais, em todas as unidades unidades, a fim de orientá-los sobre como proceder diante de casos suspeitos” – lembra Renata. “O sarampo é uma doença viral aguda similar a uma infecção do trato respiratório superior, extremamente contagiosa. É uma doença grave, principalmente em crianças menores de cinco anos, desnutridos e imunodeprimidos. A transmissão do vírus ocorre a partir de gotículas de pessoas doentes ao espirrar, tossir, falar ou respirar próximo de pessoas sem imunidade contra o vírus sarampo” – explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Luzia dos Santos Oliveira. 

A doença
O sarampo caracteriza-se por febre alta, acima de 38,5°C, tosse seca (inicialmente), erupções cutâneas (exantema), coriza, conjuntivite não purulenta e manchas de pequenos pontos brancos amarelados na mucosa bucal (Koplik) na altura do terceiro molar. Trata-se de uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de 5 anos de idade, sobretudo nas desnutridas. É uma doença de distribuição universal, com variação sazonal e seu comportamento endêmico-epidêmico varia de um local para o outro, dependendo da relação entre o grau de imunidade e a suscetibilidade da população, assim como a circulação do vírus na área. A vacina é a única forma de prevenção. O risco da doença para indivíduos suscetíveis permanece em função da circulação do vírus em várias regiões do mundo e da facilidade em viajar. De um modo geral, todas as pessoas são suscetíveis à doença.

Cronograma:

– 1ª fase: 7 a 25 de outubro. Publico-alvo: crianças entre 6 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias (até 5 anos).

– Dia D de mobilização (1ª fase): 19 de outubro. (lançamento no Buriti Shopping, 10h)

– 2ª fase: 18 a 30 de novembro). Publico-alvo: jovens de 20 a 29 anos de idade. 

– Dia D de mobilização (2ª fase): 30 de novembro.

Esquema de vacinação:

  • Crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias recebem uma dose (dose zero – intensificação)
  • Crianças a partir de 12 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias recebem duas doses (rotina) 1 dose (D1) de tríplice viral (12 meses) e 1 dose (D2) de tetra viral( aos 15 meses), ou quando em atraso ou em decorrência de dose ZERO considerar intervalo de 30 dias entre as doses.

Unidades com Postos Fixos de Vacinação de 07 a 25/ de outubro (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h):

01 Centro de Atendimento Ambulatorial
02 Cais Nova Era
03 Cais Colina Azul
04 Centro de Saúde Papillon Park
05 UBS Andrade Reis
06 UBS Independência Mansões
07 UBS Jardim Riviera
08 UBS Bairro Independência
09 UBS Campos Eliseos
10 UBS Jardim Florença
11 UBS Cândido de Queiroz
12 UBS Jardim Paraíso
13 UBS Alto Paraíso
14 UBS Caraíbas
15 UBS Delfiore
16 UBS Jardim dos Ipês
17 UBS Madre Germana
18 UBS Buriti Sereno
19 UBS Garavelo Park
20 UBS Mansões Paraíso
21 UBS Jardim Olímpico
22 UBS Parque Trindade
23 UBS Santa Luzia
24 UBS Nova Olinda
25 UBS Retiro do Bosque
26 UBS São Pedro
27 UBS Jardim dos Buritis
28 UBS Jardim Bela Vista
29 UBS Bandeirantes
30 UBS Pontal Sul II
Data: 7 de outubro de 2019 (segunda-feira)
Horário: 8h
Local: Cais Nova Era

Fonte: Frederico Noleto / Foto: Arquivo

Deixe sua opinião

x

Veja também

Corrida de rua de Aparecida arrecada mais de uma tonelada de alimentos

Os alimentos foram destinados para Associação Lapidando Tesouros e Secretaria de Assistência Social A 9ª ...

%d blogueiros gostam disto: