Home / Segurança / Acusados se defendem da Operação “Sofisma”
Foto: Leitor

Acusados se defendem da Operação “Sofisma”

A Agência Brasil Central (ABC), o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) e os blogueiros acusados de terem cometido fraudes na contratação e superfaturamento de contratos celebrados a partir de 2014 entre Agecom (atual ABC), o Detran-GO  e empresas especializadas em comunicação digital (blogs e sites) via internet, emitiram notas públicas se defendendo e criticando a ação policial.

Eles estão sendo investigados pela Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (DERCAP), que deflagrou hoje pela manhã a Operação Sofisma.

ABC

Em nota, a Agência Brasil Central (ABC) informou que apoia e colabora com a Policia Civil na investigação.

Detran-GO

A diretoria do Detran-GO também disse que apoia completamente e vem colaborando com a Policia Civil na Operação Sofisma.

Cleuber Carlos

O blogueiro Cleuber Carlos disse que se sentiu indignado com a ação da Polícia Civil.

Veja a nota publicada no seu blog:

O primeiro sentimento é de indignação em relação à perseguição que Ronaldo Caiado realiza contra Marconi e seus aliados para tentar justificar a sua incompetência. Mas o sentimento de indignação e sangue nos olhos do primeiro momento é substituído pela sabedoria adquirida ao longo de 52 anos e o entendimento que não devo generalizar, pois, alguns agentes públicos estão apenas no dever de cumprir ordens e delas não tem como fugir. Muitas vezes até de certa forma sentindo-se constrangidos, no ato de cumprimento de uma decisão judicial, que sabem ser injusta e equivocada, mas são obrigados a cumprir o dever.

Em relação à Operação Sofisma, desencadeada pela Polícia Civil, que busca produzir provas para uma suspeita de irregularidades, é dever e direito da autoridade policial investigar, para se confirmar ou não as suspeitas. Neste ponto, ao invés de me indignar, deveria ficar feliz sabendo que nada devo e ao final obterei um atestado de idoneidade, se não da autoridade policial, certamente da Justiça.

Não fui intimado a prestar esclarecimentos pela autoridade policial, certamente porque eles não têm nenhuma dúvida em relação à minha pessoa, mas estou à disposição e gostaria, afinal, me incluíram em uma investigação, sem nenhuma prova e se são competentes para investigar como acredito que são, sabem muito bem que estão promovendo uma ação contra alguém que sabem ser inocente. Ação está proposta como vingança por um promotor que tem problemas pessoais comigo, porque foi alvo de críticas por suas ações politiqueiras e posteriormente denuncie que sua esposa e filho foram funcionários da Assembleia Legislativa com altos salários, só justificado por serem parentes do referido promotor. Ademais, o promotor falsificou números do blog para tentar fundamentar sua denúncia. Logo a denúncia é uma fraude.

Para concluir, quem não deve, não teme, mas não vou fazer o jogo dos que estão fazendo serviço sujo e confrontar a autoridade policial, em respeito a instituição que é composta em sua maioria de pessoas sérias e idôneas, que indignadas, me aconselham a ter calma e sabedoria.

Luiz Gama

Luiz Gama, editor do portal de notícias Canal Gama, também refutou as denúncias e se defendeu.

Veja a nota publicada no seu blog:

O radialista Luiz Gama, editor do portal de notícias CANAL GAMA refuta com toda veemência qualquer acusação de pertencer a esquema com objetivo de atacar quem quer que seja através de Fake News ou de outro meio. Colaboramos 100% com as investigações desde sempre. Somos um portal de notícia com credibilidade e grande audiência. Em fevereiro chegamos a 1.500.000 (um milhão e meio) de views. Luiz Gama tem 37 anos de trabalho como radialista e como jornalista nos principais veículos de comunicação do Estado de Goiás.

Todas as notícias veiculadas no Canal Gama também foram veiculadas nas principais emissoras de TV e jornais de grande circulação em Goiás. Recebemos mídias de governos nos três níveis. Já anunciamos o Governo Federal, o Governo do Estado de Goiás e várias prefeituras. Nossa tabela de preços é a mesma para qualquer tipo de anúncio público.

O nosso estilo crítico e ácido pode até incomodar a muitos, mas é, segundo decisão recente do STF, nosso direito de manifestar. Temos sofrido sim em Goiás uma enorme perseguição por alguns setores da política goiana, que tem utilizado de todas as formas de intimidação, de assassinato de reputação e de censura. Somos sobreviventes! Não seremos intimidados por ações injustas e absurdas em qualquer nível, por notas maldosas e ou outras ações covardes e igualmente canalhas com intuito de perseguição.

G24H

Em nota, o jornalista Cristiano Silva, editor do blog Goiás 24 Horas, disse que condena qualquer tentativa de intimidação ao exercício do jornalismo livre e fundamentado nos preceitos constitucionais, e condena a tentativa de intimidação ao exercício do jornalismo livre.

Veja a nota publicada no blog:

O editor do blog Goiás24Horas, jornalista Cristiano Silva, cujo veículo é citado nas investigações policiais, reafirma que atua dentro da legalidade e não tem envolvimento algum com qualquer tipo de irregularidade.

Por isso mesmo, está à disposição para prestar esclarecimentos eventualmente requeridos pelas autoridades.

Assinala que o veículo de comunicação que dirige contabiliza milhões de acessos e manifesta sua crença na liberdade de imprensa, pilar do regime democrático.

Por fim, refuta qualquer tipo de intimidação ao exercício do jornalismo livre e fundamentado nos preceitos constitucionais.

Entenda o caso

Resultado de imagem para operação sofisma

A Operação Sofisma, executada pela Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da DERCAP – Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Administração Pública, na manhã desta quinta-feira (23), apura irregularidades na contratação e superfaturamento de contratos celebrados a partir de 2014 entre Agecom, atual ABC, Detran-GO e empresas especializadas em comunicação digital (blogs e sites) via internet, cujo objeto seria a divulgação de campanhas educativas relacionadas a diversos órgãos do Estado de Goiás.

Entre as empresas listadas estão as seguintes agências de marketing e propaganda: Espaço Nobre Comunicação e Marketing LTDA, Logos Propaganda Ltda e Investo Comunicação e Marketing

Os contratos teriam sido firmados para beneficiar os seguintes blogs: Canal Gama, Blog do Cleuber Carlos e Goiás 24 Horas. Conforme apurado pelo blog Goiás365, os valores seriam estimados em cerca de R$2,5 milhões, nos contratos firmados entre 2014 e 2017. Fonte: Reprodução/G365

Deixe sua opinião

x

Veja também

Rolando Alexandre, o novo diretor-geral da PF

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nomeou nesta segunda-feira (5) o delegado Rolando Alexandre de Souza como ...

%d blogueiros gostam disto: